Tradição ou importação?

A minha relação com a religião católica sempre foi, “ela” lá e eu cá. Como duas pessoas que concordam mutuamente em discordar!

Livro meu, livro meu…que história quero eu?

Os livros esquecidos, um dia serão encontrados Sempre tive um fascínio por livros e bibliotecas. Não que seja uma leitora assídua ou mesmo que leia rápido, porque não sou nenhuma das duas. (A não ser que esteja muito interessada numa temática, aí devoro os livros como se o mundo tivesse para acabar.) Mas por algum motivo, quando estou numa biblioteca ou rodeada por livros…

Identidade Criativa

“A câmara é um instrumento que ensina as pessoas a ver sem câmera.” Dorothea Lange

A magia dos pequenos detalhes

Hoje o meu sistema interno resolveu acordar antes do despertador dar ar de sua graça. Não sei a razão pela qual, mas também não questionei. Fiquei ali entre o deambular de pensamentos imaginativos e o sentir, ainda, o corpo dormente como quem acordou no entanto não retomou a sua consciência integralmente.

Uma “curta” foto-rodagem

Um dia como outro qualquer

Há dias que começam de um modo extraordinário e acabam por terminar de maneira ordinária ou banal. Já há outros que começam com uma vontade enorme de atrasar o relógio e fingir que o tempo congelou para que o dia espere só mais um bocadinho por aquela vontade…certo, estes são os que começam de modo ordinário ou sem nada de especial.

Polimorfismo

A sala de aula Lembro-me perfeitamente da primeira vez que ouvi esta palavra – Polimorfismo. Era tempo de universidade, estava numa sala de aula dedicada à aprendizem de C++ (uma linguagem de programação), que era leccionada por um professor que andava a mil à hora quase a fazer lembrar o professor Einstein com o seu cabelo a deslocar-se à velocidade dos seus pensamentos.